quarta-feira, 4 de março de 2015

Seberi

Carlos Gomes e prefeito reúnem-se com o ministro da Pesca

Agilidade na liberação de recursos para construção de unidade de processamento de peixes foi solicitada a Helder Barbalho (D)

O deputado federal Carlos Gomes (PRB) e o prefeito de Seberi, Renato Bonadiman, reuniram-se nesta quarta-feira (4) com o ministro da Pesca e Aquicultura, Helder Barbalho, para pedir agilidade na liberação de recursos para a Unidade Regional de Processamento de Peixes, em construção no município. A pasta solicitou um novo estudo de viabilidade econômica para prosseguir com a destinação de verba para a obra que está 10% concluída.

Segundo o prefeito Renato Bonadiman, aproximadamente 500 mil trabalhadores de 63 municípios das regiões da Produção e do Alto Uruguai poderão ser contemplados pelo empreendimento. A estimativa inicial de produção é de 23 toneladas por dia, podendo chegar a 100. Na primeira etapa, a previsão é de que sejam gerados 190 empregos, número que poderá se estender para 400 funcionários.  

Texto e foto: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063)
Câmara Federal

Câmara Federal

Carlos Gomes integra a Comissão de Seguridade Social e Família 

O deputado federal Carlos Gomes (PRB) participou nesta quarta-feira (4) da reunião de instalação da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara Federal, órgão técnico do qual será membro titular. Assistência social, previdência e saúde serão os principais temas que nortearão as discussões provocadas na comissão. Durante o encontro, o deputado Antonio Brito (PTB-BA) foi eleito presidente do colegiado.

“Nosso objetivo é criar e debater políticas públicas que reflitam na melhoria da qualidade de vida da população, especialmente nessas três áreas. É preciso fiscalizar o andamento e a eficácia dos programas sociais do Governo, o sistema de aposentadoria em vigor no país e as condições das instituições hospitalares que atendem a nossa população”, destacou. Carlos Gomes também será membro suplente das comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.  

Foto: Texto e fotos: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063)
Câmara Federal

terça-feira, 3 de março de 2015

Rio Grande

PRB cobra do Governo Federal a manutenção do Polo Naval 


Deputados Carlos Gomes e Sergio Peres na reunião da bancada gaúcha na Câmara Federal
O deputado federal Carlos Gomes e o estadual Sergio Peres, ambos do PRB, participaram na última terça-feira (3) da reunião da bancada gaúcha no Congresso Nacional. Durante o encontro, foi debatida a situação do Polo Naval de Rio Grande, onde mais de 18 mil pessoas já perderam o emprego desde que as investigações da Operação Lava-Jato vieram à tona.

Segundo Jota Amaral, membro da Comissão de Desempregados do Polo Naval, após as denúncias envolvendo a Petrobrás os investimentos no megaempreendimento foram congelados e as empresas não tiveram condições nem de pagar os direitos trabalhistas de quem foi demitido. Também presente no debate, o vereador Paulo Roldão (PRB) relata que o comércio paralelo também tem sentido os efeitos da crise, com a quebra de restaurantes e hotéis.


“Nos somamos à luta dessas pessoas para cobrar do Governo Federal a garantia de que os quase sete mil trabalhadores restantes no Polo não sejam demitidos e a recontratação dos outros 18 mil. Já temos informações de que há ex-funcionários que encontraram no crime uma alternativa para se manter financeiramente”, lamentou o parlamentar, que também recebeu em seu gabinete integrantes da Comissão de Desempregados do Polo Naval e o vereador Thiaguinho Gonçalves (PMDB).

Texto e fotos: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063)
Câmara Federal

Tribuna

Carlos Gomes apoia protestos dos caminhoneiros

Em pronunciamento, parlamentar criticou falta de organização das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em Saúde

Em seu primeiro pronunciamento na tribuna da Câmara Federal nesta terça-feira (3) o deputado Carlos Gomes (PRB) declarou apoio às manifestações dos caminhoneiros em todo o Brasil e lamentou a má qualidade do atendimento das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em Saúde.

O parlamentar solidarizou-se com a família de Cléber Adriano Machado Ouriques. O manifestante morreu atropelado no último sábado (28) por um caminhoneiro que furou o bloqueio na BR-158, em São Sepé, na região Central do Rio Grande do Sul. “É inaceitável que ao protestar por melhorias para a categoria, o trabalhador tenha perdido a vida em uma confusão que evidencia o clima de tensão que se instalou em nossas rodovias. Tensão causada pela revolta dos caminhoneiros com o descaso que os governos têm demonstrado com as suas reivindicações”, indignou-se.

Carlos Gomes lembrou que algumas solicitações foram atendidas com a sanção da Lei dos Caminhoneiros pela presidente Dilma Rousseff, mas ressaltou que é preciso avançar para a resolução das principais demandas apresentadas pelo movimento, “como a suspensão do reajuste do óleo diesel, o aumento do valor pago pelo frete e a renegociação dos financiamentos federais para aquisição de caminhões”.

O deputado relatou a sua experiência ao procurar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Porto Alegre para tratamento de um familiar. “Não tinha médico, medicamento e nem organização. Todos os deputados precisam ir até uma UPA para atestarem o desserviço que é oferecido à população”, reclamou. O parlamentar pediu atenção especial do Poder Público para a manutenção das instituições, “não basta só ter o prédio, é preciso investimento permanente em equipamentos e recursos humanos”, observou.

Por: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063) - Câmara Federal
Foto: Douglas Gomes

Atuação Parlamentar

Carlos Gomes quer regulamentação de volume de som em templos religiosos

O deputado federal Carlos Gomes (PRB) protocolou nesta terça-feira (3) na Câmara dos Deputados o projeto de lei 524/2015, que estabelece limites para a emissão sonora nas atividades em templos religiosos. Construída em conjunto com lideranças evangélicas, a proposta é baseada na lei estadual 13.085, que vigora desde 2008 no Rio Grande do Sul.

O texto determina que o volume máximo não pode ultrapassar 75 decibéis em área residencial, 80 para área comercial e 85 decibéis em área industrial. Para o turno da noite, é exigida a diminuição de 10 decibéis com relação ao período diurno. Serão necessárias três medições para obtenção da média durante o culto ou reunião. A matéria também assegura a presença de um representante da instituição no momento da averiguação realizada pelas autoridades ambientais. Em caso de descumprimento, o estabelecimento autuado terá prazo de 90 a 180 dias para adequação à norma.

“No Rio Grande do Sul a aplicação da lei ofereceu um mecanismo de defesa às diversas denominações religiosas e, ao mesmo tempo, contemplou os cidadãos ao coibir abusos. Agora buscarei o apoio dos colegas deputados para regulamentar essa norma em nível federal”, destacou o parlamentar.

Por: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063) - Câmara Federal
Foto: Douglas Gomes  

segunda-feira, 2 de março de 2015

Região das Missões

Santo Ângelo terá atividades esportivas e culturais gratuitas

Intervenção de deputados do PRB garantiu recursos para a instalação de seis núcleos do PELC

Ministro do Esporte (D) acolheu demanda em reunião, em Brasília

O ministro do Esporte, George Hilton, garantiu a destinação de R$ 1,1 milhão para a implantação de seis núcleos do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC) em Santo Ângelo. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (2), em Brasília, em reunião com os deputados federal Carlos Gomes e estadual Sergio Peres, ambos do PRB; o secretário municipal de Turismo, Esporte, Lazer e Juventude, Marcos Motta e o secretário Nacional de Esporte Educação, Lazer e Inclusão Social, Carlos Geraldo Santana.

A iniciativa do Ministério do Esporte prevê que um coordenador e cinco monitores orientem as atividades físicas, culturais e de lazer oferecidas três vezes por semana para a população de todas as faixas etárias. Cada núcleo do PELC é instalado em espaço público ou privado adequado à pratica esportiva (academia ao livre, praça, ginásio) e o número de beneficiados chega a 400 pessoas.

“Nosso objetivo é fazer de Santo Ângelo uma referência na formação de novos atletas e a parceria com o Ministério, mediada pelos deputados Carlos Gomes e Sergio Peres, permitirá ao município estreitar a relação com a população, por meio do esporte”, projetou o secretário Motta. O ministro George Hilton esclareceu que a verba a ser utilizada para manutenção dos espaços, despesas com funcionários e aquisição de equipamentos esportivos será liberada após a aprovação do orçamento da União no Congresso Nacional.

Texto e foto: Jorn. Jorge Fuentes (MTB 16063)
Câmara Federal  

Cachoeirinha

PRB quer centro de esportes

Deputados levaram solicitação ao Ministério do Esporte

Márcia Saraiva, Nelson Martini, Sergio Peres, Vicente Pires, George Hilton,
Carlos Gomes, Edison Cordeiro e Marcos Barbosa

O deputado federal Carlos Gomes e estadual Sergio Peres, ambos do PRB, reuniram-se nesta segunda-feira (2) com o ministro do Esporte, George Hilton, para solicitar a instalação de um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) no município. De acordo com o Ministério do Esporte, o CIE tem como principal objetivo oferecer equipamento esportivo público qualificado às comunidades em situação de vulnerabilidade social das grandes cidades brasileiras para incentivar a iniciação em treze modalidades olímpicas, paralímpicas e não-olímpicas.

O pedido foi encaminhado aos parlamentares em fevereiro pelo vereador Edison Cordeiro. Presente no encontro, o prefeito de Cachoeirinha, Vicente Pires, destacou que o município já dispõe de uma área de cinco hectares para a construção de um complexo esportivo com dois campos de futebol, ginásio e piscina olímpica. “A realização da obra deverá viabilizar o atendimento aos filhos dos trabalhadores, especialmente no turno inverso ao escolar, com práticas esportivas e culturais. A intenção é que a cada dia os alunos de uma instituição de ensino da rede pública utilizem o local”, planeja.

Carlos Gomes salientou que o esporte é uma importante ferramenta de inclusão social ao promover o interesse da juventude por atividades físicas, coibindo o envolvimento com as drogas e com a marginalidade. “O investimento tem valor duplo, no esporte e na prevenção em saúde”, argumentou. O ministro George Hilton explicou que os recursos para a implementação dos CIEs está previsto no PAC3 e devem ser liberados ainda este ano.


Também participaram do encontro o presidente da Câmara de Vereadores, Nelson Martini; o vereador Marcos Barbosa (PSB); a secretária municipal de Captação de Recursos, Márcia Saraiva, e o presidente do diretório do PRB de Cachoeirinha, Nerisson Oliveira.

Texto e fotos: Jorn. Jorge Fuentes
Câmara Federal